A cerveja engorda? . CMM
A cerveja engorda?

A cerveja engorda?

É uma pergunta muito frequente! E, com o aumentar da temperatura, mais frequente se torna!

Esta bebida milenar é composta essencialmente por água, lúpulo (planta que confere o amargor e o aroma a muitas cervejas) cevada ou trigo e leveduras. Podemos então, em tom de brincadeira, dizer que, se não fosse o teor alcoólico, seria praticamente uma bebida de cereais? – já lá vamos!

É muito frequente tentar relacionar o aumento de peso (especialmente na zona abdominal – a chamada “barriga de cerveja”) com o consumo de cerveja.

De acordo com um dos últimos estudos apresentados por Ascensión Marcos (médica e Directora do Grupo de Imunonutrição do Departamento de Metabolismo e Nutrição do Instituto de Ciência e Tecnologia dos Alimentos), os investigadores apontam como causa do excesso de peso os maus hábitos alimentares, o sedentarismo e, por fim, mas não menos importante, a genética.

Medições realizadas nos participantes de um estudo revelaram que o consumo moderado de cerveja não faz aumentar o diâmetros dos braços, das coxas ou da cintura – logo não fez engordar/acumular gordura. Estes e outros estudos recentes desmentem que a cerveja faça engordar pelo valor calórico, desde que consumida com moderação

Segundo uma análise de vários estudos, consumidores moderados de cerveja tinham hábitos alimentares saudáveis e apresentavam níveis de HDL (colesterol bom) mais elevados e de LDL (mau colesterol) mais baixos.

Ou seja, apesar de conter alguns efeitos benéficos à nossa saúde, o consumo de cerveja deve ser feito de forma equilibrada, para que seus benefícios sejam aproveitados pelo nosso organismo!

Uma cerveja de vez quando não o vai fazer engordar (vulgo, acumular massa gorda), mas se substituir o devido consumo diário de água por cerveja, é muito provável que veja os números na balança a aumentar!

Dra. Maria Canha - Nutricionista no CMM Aveiro e CMM Estarreja (C.P. 2409N)

3 de Agosto de 2018